Notícias

Cidadão apresenta demandas para o bairro Anna Florência

25/05/2018 14:47

 O morador do bairro Anna Florência, Guilherme Belmiro do Couto, participou da Tribuna Livre da reunião de 24 de maio. Com ele, outros moradores fizeram-se presentes e chamaram, por meio de cartaz, a atenção do Poder Público para melhorias no local. Guilherme fez uma breve apresentação da história do bairro que viveu os áureos tempos da cana-de-açúcar, sediando a primeira usina a produzir açúcar de Minas Gerais, a Usina Anna Florência, desativada em 1988. Porém, nos tempos atuais, Guilherme destacou que o bairro é motivo de constantes reclamações, inclusive, muitas delas são encaminhadas repetidas vezes pelos vereadores, por meio de indicações, ao Executivo.

Guilherme citou as leis nº 2.188/1997 que alterou a linha perimétrica da Zona Urbana da cidade de Ponte Nova criando o Bairro Anna Florência e nº 2.189/1997 que autorizou o Município a receber os imóveis situados na Usina Anna Florência, em regime de comodato, pelo prazo de 20 anos, prorrogáveis por mais 20 anos, os imóveis existentes na área do Bairro, a saber: Prédio da Balança; Prédio do Escritório Central; Prédio anexo a Igreja e área do Adro; Prédio do Laboratório - Sacarose (somente o andar superior) e o Prédio do Ambulatório. Dos prédios, o único que o município ainda utiliza é o que hoje funciona o PSF que, como Guilherme apontou, de maneira improvisada. No momento, há uma obra para a construção da nova sede.
O asfalto anunciado e não concretizado do Trevo de Anna Florência até a Capela Nossa Senhora da Conceição e a falta de calçamento geram transtornos aos moradores que, há anos, aguardam a efetividade das ações pelo Poder Público, além disso, tem-se o abandono do campo de futebol que não permite momentos de lazer e que, aos poucos vai se deteriorando como os antigos prédios da Usina.
“O bairro Anna Florência tem um potencial enorme que pode ser trabalhado (...). Só que a infraestrutura é precária”, disse Guilherme, convidando a todos a comparecerem ao bairro e percorrerem a pé do Trevo até Olaria de Baixo para ver os problemas de cada rua. Ele ressaltou que, apesar de algumas obras realizadas ainda faltam muitas para valorizar o bairro que, no passado, foi referência para todo o Estado.
Terminada a manifestação de Guilherme na Tribuna Livre, os vereadores apresentaram suas posições e questionamentos sobre o bairro Anna Florência. Destacaram as diversas indicações encaminhadas ao Executivo que aguardam respostas, projeto, e o empenho do ex-vereador Anísio Filho, falecido em 2016, que era morador do bairro e que, na legislatura passada, buscou constantemente a realização de ações na localidade, assim como demais vereadores.   
Guilherme encerrou sua participação reiterando que, nos últimos 20 anos, pouco foi feito para o bairro Anna Florência e que a união de forças é necessária para que as ações saiam do papel. “Eu sou muito a favor do diálogo (...). Quando ambas as partes estão dispostas a conversar as coisas funcionam”, disse Guilherme.
 

Guilherme Belmiro do Couto
Público 24 05 18
Público 24 05 18
Público 24 05 18

É IMPORTANTE QUE VOCÊ PARTICIPE
E MANTENHA-SE INFORMADO!

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta-Feira

das 12:00h às 18:00h

camara@camarapontenova.mg.gov.br

(31) 3819-3250

Av. Dr. Cristiano de Freitas Castro, 74

Centro, CEP: 35430-037

Ponte Nova - Minas Gerais