Notícias

Parlamento Jovem 2018 é lançado oficialmente na Câmara

09/03/2018 16:37

 A convite da Escola do Legislativo e para marcar o lançamento oficial do Projeto Parlamento Jovem 2018, a defensora pública Maria Antonieta Rigueira Leal Gurgel, participou da Tribuna Livre em 8 de março. Ela fez um breve histórico do Dia Mundial da Mulher e ressaltou dados alarmantes da violência no país. Acompanharam a explanação alunos, professores e diretores do IFMG e das Escolas Estaduais Professor Antônio Gonçalves Lanna, Senador Antônio Martins e Caetano Marinho que participarão do Parlamento Jovem 2018. A Faculdade Dinâmica será parceira da Câmara no projeto.

O tema “Violência contra a Mulher” foi escolhido na Etapa Estadual do Parlamento Jovem 2017 que aconteceu na Escola do Legislativo, em Belo Horizonte, em setembro do ano passado, com a participação de 120 estudantes do ensino mé¬dio. “O tema de violência contra a mulher não pode mais ficar velado, oculto, escondido. É necessário que, cada vez mais, nós lancemos luzes sobre esse tema”, ressaltou a defensora pública que, no decorrer de sua exposição, exibiu vídeos e informações fundamentais sobre o tema.
Maria Antonieta chamou a atenção para as várias formas de violência contra a mulher, como a física, psicológica, patrimonial, sexual e moral. Citou o caso de Maria da Penha Maia Fernandes que motivou a Lei nº 11.340/2006. Casada com Marco Antônio Heredia Viveros, ela sofreu violência doméstica durante 23 anos. O marido por duas vezes, tentou assassiná-la. 
Na primeira vez, com arma de fogo, deixando-a paraplégica, e na segunda, por eletrocussão e afogamento. Após essa tentativa de homicídio ela tomou coragem e o denunciou. Maria Antonieta, porém, ressaltou que apenas a Lei não foi capaz de mudar o quadro de violência contra a mulher. “Ela é histórica, ela é uma questão cultural arraigada e é preciso uma mudança de realidade para que nós tenhamos uma verdadeira mudança nesse quadro”, ressaltou a defensora pública.
Entre os fatores que inibem à mulher fazer a denúncia de agressão, segundo a defensora pública, estão o medo, a dependência econômica e a vergonha de expor o caso. Uma em cada três mulheres no mundo é vítima de violência conjugal, adverte a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em número de homicídios de mulheres, o Brasil ocupa a 5ª posição no mundo no ranking de 84 países.
Os vereadores ressaltaram a importância da denúncia e de políticas públicas para reduzir a discriminação contra as mulheres, destacando que não se trata apenas de um problema social e criminal, mas também um tema de saúde pública. 
Parlamento Jovem 2018
Todas as ações do Parlamento Jovem serão desenvolvidas com a temática da “Violência contra a mulher”, e a Defensoria Pública tem muito a contribuir nas discussões e nas atividades que vão de março a setembro deste ano. Além disso, ao longo desta semana a equipe da Escola do Legislativo esteve nas escolas percorrendo as salas para mobilizar os estudantes.
Na Escola Estadual Senador Antônio Martins, a visita foi acompanhada pelos professores Felipe e Onofre. No Caetano Marinho, pelo professor Wagner Gomides. No Instituto Federal Minas Gerais - Campus Avançado Ponte Nova (IFMG), a visita foi acompanhada pelo professor José Costa Júnior e na Escola Estadual Professor Antônio Gonçalves Lanna, pelas professoras Jéssica de Castro Gomes e Handreane Lopes.
A próxima etapa do projeto, assim que definirem os alunos interessados, será uma oficina de formação com os alunos e professores, além dos estudantes que participaram em 2017 para apresentarem aos recém-chegados o relato de como foi participar das atividades do Parlamento Jovem.
Este ano, o Câmara de Juiz de Fora é a responsável por coordenar o Polo Zona da Mata II e Caparaó, na qual estão presentes as cidades de Ponte Nova, Paula Cândido, Piedade de Ponte Nova, Tombos, Viçosa e Visconde do Rio Branco.
 

Parlamento Jovem 2018
Parlamento Jovem 2018
Parlamento Jovem 2018
Defensora pública Maria Antonieta Rigueira
Parlamento Jovem 2018

É IMPORTANTE QUE VOCÊ PARTICIPE
E MANTENHA-SE INFORMADO!

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta-Feira

das 12:00h às 18:00h

camara@camarapontenova.mg.gov.br

(31) 3819-3250

Av. Dr. Cristiano de Freitas Castro, 74

Centro, CEP: 35430-037

Ponte Nova - Minas Gerais